BUSCA + enter






Estados Unidos
A Conquista do Canal do Panamá

Inspirado na vitória sobre a Espanha na guerra de 1898 e nas evidentes vantagens estratégicas que lhe proporcionaria a construção de um canal que ligasse os oceanos Atlântico e Pacífico, cortando a província colombiana do Panamá, o presidente Theodore Roosevelt, apelando para meios pouco convencionais, lançou as bases concretas para que o seu país se tornasse uma potência mundial.


reprodução

Navegando pelo canal do Panamá

O acordo com a Grã-Bretanha

Pode-se considerar que um dos maiores obstáculos à construção de um canal que ligasse o Oceano Atlântico ao Pacífico, por parte dos norte-americanos, era a presença inglesa no Caribe. A Grã-Bretanha era ainda senhora de numerosas possessões na região, tais como as ilhas Bermudas, Bahamas, Virgens Britânicas, Antígua, Trinidad-Tobago e uma base naval nas Honduras Britânicas (atual Belize). Assim, qualquer projeto ambicionado por parte dos norte-americanos naquela região estratégica implicava em algum tipo de entendimento com os ingleses.

Como resultado desse impasse, ambos firmaram o Tratado Clayton-Bulwer, pelo qual concordavam em não construir um canal sem a mútua participação ou consentimento.


reprodução

A Grã-Bretanha se fazia presente em Belize

A empresa de Ferdinand de Lesseps


reprodução

Ferdinand Lesseps fracassou no Panamá

Na medida em que se prolongava a indecisão de ambos e a Inglaterra se mostrava desinteressada em envolver-se numa obra daquele vulto, coube ao engenheiro francês Ferdinand de Lesseps, o construtor do Canal do Suez, obter a concessão para sua construção junto ao governo da Grã-Colômbia, em 1879. Desgraçadamente para Lesseps, após uma série de erros técnicos, a sua companhia faliu, dez anos depois, após ter consumido 250 milhões de dólares sem nenhum resultado. Demonstração de que o colonialismo francês, já no final do século XIX, não suportava arcar com obras de tal dimensão1. Em 1894, um engenheiro da antiga companhia de Lesseps fundou a Compagnie Nouvelle du Canal de Panama para se encarregar da massa falida bem como tratar de vender o espólio a algum comprador.

|



 ÍNDICE DE MUNDO





 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade