BUSCA + enter






Faça da vida uma aventura

reprodução

   O filósofo de si    mesmo    (Wittgenstein)
Nietzsche, muito tempo depois de Constant, comparou essa acomodação do sujeito com suas coisas (o seu mundinho e a sua propriedade), com a placidez ruminante do bovino. Daí recomendar, para romper com essa pasmaceira, seguir-se uma vida perigosa, audaz, arriscada e até violenta. Tornar a "existência uma aventura", "viver perigosamente", foi o seu conselho.

Obedecendo, entretanto, à lógica última de Constant, chegamos ao presente onde cada um é um microcosmo, sentindo-se tudo girar ao redor de si mesmo. "Eu sou o meu mundo", disse o filósofo Wittgenstein.

O Consumidor-rei

reprodução (ilustração de Marillier)

   O indivíduo quer ser    deixado em paz
Ao mesmo tempo em que há na sociedade contemporânea uma inédita convivência entre milhares ou milhões de pessoas, onde cada um vive cercado de gente por todos os lados, uma colossal estrutura econômica e publicitária, gerada pela aceleração do capitalismo, entra em ação para provocar uma fratura, uma cisão ampla e total de cada um com os demais, fazendo crer a cada uma das pessoas serem elas algo exclusivo, desgarradas do restante, sem ligações significativas com os demais. É a soberania do consumidor-rei. O indivíduo opõe-se e contrasta com a multidão, com as massas. Nos últimos anos a radicalização da vida moderna e do ultraliberalismo esvaziou, desativou e desmoralizou praticamente com todas as escoras familiares, sociais, institucionais e psicológicas até então existentes (dissolução dos casamentos, instabilidade no emprego, obsolescência profissional, fragilização dos partidos e sindicatos, descrédito da religião, debilitação do estado, etc..) O que parecia ser de concreto virou papelão. O que restou afinal ao indivíduo senão recorrer a si mesmo? O limite do seu mundo é o limite da sua leitura. Metaforicamente a literatura da auto-ajuda assemelha-se um tanto à situação do impagável barão de Munchausen, aquele sujeito que caído num buraco lodoso tentou sair dele puxando seus próprios cabelos.

|



 ÍNDICE DE CULTURA E PENSAMENTO





 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade