BUSCA + enter






Euclides e a tragédia da piedade - parte 2

Segue o drama

O escândalo foi colossal. Criando-se na ocasião até uma forte tensão entre civis e militares, pois o grande intelectual fora morto por um tenente do exército. Pairou no ar por uns tempos, a desconfiança de que, por ter Euclides denunciado no “Os Sertões” a campanha contra Canudos como “um erro”, “um crime”, os tiros fatais de Dilermando teriam um sabor de resposta da insatisfação dos quartéis. Os três filhos de Euclides com Anna foram entregues a tutores. Dilermando de Assis, absolvido por ter agido em legítima defesa, resolveu reparar o estrago casando-se com a viúva. Tiveram ainda cinco filhos. Dinorah, o irmão dele, com o ferimento agravado, ficou hemiplégico (suicidou-se em Porto Alegre, em 1921). Em 4 de julho de 1916, transcorridos quase sete anos das vésperas daquela desgraça, uma nova se repetiu. O jovem alferes Euclides da Cunha Filho, o Quidinho, com apenas 16 anos, atiçado pelas Erínias, resolveu tomar-se de vinganças. Adentrou num cartório onde estava Dilermando e disparou sua arma nas costas dele. Ainda que ferido, o campeão de tiro conseguiu pregar duas precisas balas no rapazinho. Nem assim Anna Emília, em nome da paixão que a movia, deixou Dilermando, que novamente foi inocentado. Se bem que ela disse “Eu não errei, eu amei”, aparecia assim à opinião pública como mulher e mãe insensível. O resultado final daquilo tudo foi impressionante. Ainda que Anna Emília conseguiu manter-se com os filhos de Dilermando, os que teve com Euclides se dissolveram. Os Cunha jamais a perdoaram, pois ela fora o pivô de duas mortes: a do marido Euclides e a do filho Quidinho. Além de assistir o aleijão do seu infelicitado irmão Dinorah, Dilermando de Assis, por sua volta, carregou por todos os lados o peso de ser “o assassino de Euclides”. De fato, as Erínias, as fúrias de Ésquilo, arrasaram aquela gente.


Epílogo

É uma lei que as gotas de sangue derramado na Terra
Exigem outro sangue, pois o assassínio clama pela Erínia,
Para que, em nome das primeiras vítimas,
Ela traga nova vingança sobre a vingança

Ésquilo (Orestéia, Coéforas,400-404)

página anterior     



 ÍNDICE DE CULTURA E PENSAMENTO





 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2003,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade