BUSCA + enter






A separação de dois mundos | A Antiga Germânia | Principais Guerras Romano-Germanas | As relações Romano-Germanas | Bibliografia

Os Germanos aos
olhos dos Romanos

A separação de dois mundos

Quando o Imperador Marco Aurélio Antonino, um dos raros rei-filósofos que a história conheceu, morreu aos 59 anos no seu acampamento militar em Viena (depois capital do Império Austríaco), no ano de 180, fazia três séculos que os romanos combatiam os germanos.


O germano e sua família

A principal linha de separação entre aqueles dois povos, entre as duas culturas tão divergentes entre si, eram os dois grandes rios da Europa Ocidental e Central, o Rio Reno e o Rio Danúbio. O primeiro, o Reno (com 1.319 km de extensão), nasce nos Alpes e deságua no Mar do Norte. O segundo, O Danúbio (com 2.590 km), escorrendo do sopé do Monte Abnoba na Floresta Negra, desemboca no extremo oposto, no Mar Negro (então conhecido como Ponto Euxino), formando ambos uma fronteira natural entre os latinos e os germanos. Evidentemente que para os romanos, orgulhosos das suas conquistas, aquelas vias fluviais também apartavam a civilização da barbárie, o civilis do barbarus.

|



 ÍNDICE DE ARTIGOS





 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade