BUSCA + enter






A dissolução da unidade americana


reprodução

   Independência, mas sem abolição

O sonho de Bolívar em manter as antigas províncias espanholas unidas numa confederação gerara um pesadelo de golpes e contragolpes onde cada cacique local, assanhado em despotismos, afiava a espada nas costas do outro. O ex-vice-reino ibérico das Américas, depois dos levantes e amotinamentos de 1810, era um monumento vivo ao caos. Em meio a esse tumulto todo temia-se repetir por aqui, elevado ao cubo, um Haiti, onde os escravos pegaram em armas, insuflados pelos tantãs dos sacerdotes vodu, passaram no machete e no machado toda a população branca e ainda derrotaram um general de Napoleão. Para José Bonifácio e os seus, era dom Pedro ou o dilúvio. O programa era fazer daquele "príncipe do Mundo Novo" imperador do Brasil, manter o país recém-liberto unido em torno da coroa, os escravos no eito e os portugueses na Europa. A solução era nacionalizar o herdeiro luso. Este, por sua vez, já seduzia-se pelo que andavam a cantarolar pelas ruas:

"Para ser de glórias farto,/ Inda que não fosse herdeiro,/
Seja já Pedro Primeiro... Seja nosso Imperador/
...Mas nunca nosso Senhor".

O hino e o grito


reprodução

   D. Pedro ovacionado no teatro em São Paulo

No primeiro grito, o príncipe Pedro disse que não ia, no segundo foi o Brasil que se insurgia. Ao voltar de Santos para São Paulo, no dia 7 de setembro de 1822, depois de seu périplo de mais de 600 quilômetros pelo interior fluminense e paulista, por onde cavalgara por 24 dias, refeito das emoções do riacho Ipiranga, que se deram às quatro horas da tarde, desarreiando-se, inquieto, compõe o Hino da Independência. Ao adentrar a noite no camarote do teatro, não muito distante do Colégio dos Jesuítas, primeiro prédio da capital paulista, da platéia alvoroçada partiram os gritos "Independência ou Morte!" O varão dos Bragança, bom músico, dominando o fagote, o piano, a viola e o rabecão, com voz de tenor, vencera a parada no grito.

O SITE RECOMENDA

reprodução

Octávio Tarquínio de Souza - A vida de D.Pedro I, 3 volumes, Livraria José Olympio, RJ, 1972


reprodução

Oliveira Lima - O Império brasileiro (1821-1889), Edições Melhoramentos, SP, 1962

Leia mais:
» Independências



 ÍNDICE DE BRASIL





 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade