Literatura Brasileira
  Lit. Conquistadores
  Barroco
  Arcadismo
  Romantismo
  Real/Naturalismo
  Parnasianismo
  Simbolismo
  Pré-Modernismo
  Modernismo
  Poesia Moderna
  Romance de 30
  Lit. Contemporânea
  Aula Virtual
  Livro do Mês
  Tema do Mês
  Textos Comentados
  Resumão

Clique aqui e leia o material completo sobre a escola
 Resumão de Literatura Brasileira


V - ROMANTISMO

Contexto histórico:

· Ascensão da burguesia > Implantação definitiva do capitalismo > Liberalismo econômico, jurídico, filosófico

· Surgimento de um novo público leitor > A arte passa a valer como mercadoria

Surgimento: Fins do século XVIII. Já o apogeu romântico ocorre na I metade do século XIX.

Características:

1) Individualismo e subjetivismo: É a dupla face do EU romântico. A do EU arrogante, napoleônico, audacioso. E a do EU que se fecha sobre si mesmo, que escava a sua própria interioridade.

2) Sentimentalismo: Celebração do "grande amor", da paixão desmedida, mas também da tristeza, da angústia, do "mal do século" (o tédio).

3) Culto à natureza: Raro o poema romântico que não exalte ou, pelo menos, faça referência ao mundo natural. Também as metáforas preferidas ligam-se sempre a fenômenos da natureza.

4) Sonho, fantasia, tendência à idealização.

5) Escapismo: tendências suicidas, culto da morte, criação de mundos imaginários, entrega ao álcool e à orgias.

6) Liberdade artística: fim do mecenatismo, ao vender sua obra no mercado o artista se libera das exigências de seu protetor. Desobediência às regras clássicas. Surge o drama teatral e o romance se impõe como o gênero dos novos tempos.

Romantismo brasileiro

· Arte identificada com a Independência política

· Nacionalismo ufanista:

- Indianismo - Regionalismo - Culto à natureza brasileira
- Tentativa de criação de uma língua nacional.

Vigência:

Início: 1836 - Suspiros poéticos e saudades, de Gonçalves de Magalhães
Fim: Década de 1870, com a morte dos últimos românticos importantes: Castro Alves e José de Alencar

A poesia romântica

I Geração (Nacionalista)

1) Gonçalves de Magalhães

· Suspiros poéticos e saudades > Obra (medíocre) que introduz o espírito romântico no país

· Confederação dos tamoios > Fracassada experiência indianista

2) Gonçalves Dias

Primeiros cantos - Segundos cantos - Últimos cantos - Os timbiras (epopéia indianista inacabada) - Sextilhas de Frei Antão (poemas escritos em português quinhentista, arcaico)

Temas básicos:

Valorização do índio: herói idealizado que simboliza o passado heróico da nação: I-Juca Pirama.

Saudades da pátria: Canção do exílio (O paraíso está "lá" e não "cá", a pátria reside na natureza)

Canto da natureza: a beleza do trópico e o encontro de Deus nos fenômenos naturais (panteísmo)

Amor impossível e sofrido: Principais poemas: Ainda uma vez - adeus!; Se se morre de amor.

Não esqueça: G. Dias é o poeta romântico mais equilibrado e o que tem o melhor sentido de ritmo e musicalidade do verso.

página anterior | índice do capítulo | próxima página
 Compras
 Mais Educação


» Língua Portuguesa

» Relações
    Internacionais


» História do Brasil

» História por
    Voltaire Schilling


» Almanaque

» Virtual Books

» Atlas Universal



 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade