Literatura Brasileira
  Lit. Conquistadores
  Barroco
  Arcadismo
  Romantismo
  Real/Naturalismo
  Parnasianismo
  Simbolismo
  Pré-Modernismo
  Modernismo
  Poesia Moderna
  Romance de 30
  Lit. Contemporânea
  Aula Virtual
  Livro do Mês
  Tema do Mês
  Textos Comentados
  Resumão




 Modernismo


ESQUEMA

AS REVOLTAS MODERNISTAS

Situação histórica

  • início do século XX
  • I Guerra Mundial
  • Crise de todos os valores europeus

    Movimentos de vanguarda:

    Futurismo - Dadaísmo


    Características gerais da literatura modernista

  • Anticonvencionalismo dos temas e da linguagem
  • valorização do cotidiano
  • liberdade de expressão
  • ambigüidade
  • destruição dos nexos
  • verso livre
  • enumeração caótica
  • fluxo da consciência
  • paródia


    Cronologia dos antecedentes do modernismo

      História Ocidental História do Brasil
    1914 Francisco Fernando, Arquiduque da Áustria é assassinado em Serajevo. A Áustria inteifere na Sérvia, apoiada pela Alemanha. Ao lado da Sérvia ficam a Rússia, a França e a Inglaterra. Iniciava-se a I Guerra Mundial. Wenceslau Brás é eleito presidente da República
    1915 A Itália entra na Guerra ao lado dos anglo-franceses. A Bulgária e a Turquia entram ao lado dos autro-alemães. Instala-se na Brasil o "Nacional City Bank of New York".
    Pinheiro Machado "o coronel dos coronéis", é assassinado.
    1916 Batalha de Verdum entre franceses e alemães deixa centenas de milhares de mortos. Pacifica-se a região do Contestado, onde em 1912 irrompera violento surto de fanatismo messiânico.
    1917 Cai o Czar Nicolau II e inicia-se a revolução bolchevista, chefiada por Lenin. O Brasil entra na Guerra contra a Alemanha.
    1918 A Alemanha rende-se aos aliados. Nascem as repúblicas da Áustria, Hungria, Tchecoslováquia e Polônia. Proclama-se o reino da Ioguslávia. Greves irrompem em várias capitais brasileiras.
    1919 O humilhante tratado de Versalhes é imposto aos alemães, gerando os ressentimentos que desencadearão o Nazismo.  
    1920 Finda a Guerra Civil na Rússia com a vitória de Lenin e seus partidários. É fundada - na capital federal - a primeira Universidade brasileira.
    1921 A URSS inicia a recuperação econômica. É assindo o Tratado de Washington, definindo a posse de territórios no pacífico. Inicia as suas atividades a Companhia Belgo-Mineira, a primeira indústria siderúrgica no Brasil.
    1922 Após a "Marcha sobre Roma", Mussolini impõe o Fascismo na Itália. Levante tenentista, no Forte de Copacabana, expressando o nascimento de uma atitude antioligárquica e progressista em setores da jovem oficialidade.
      Arte Ocidental Arte no Brasil
    1914 Chaplin estréia no cinema O termo futurismo comaça a aparecer nos jornais brasileiros, com conteúdo pejorativo.
    1915    
    1916 Brancusi e Archipenko iniciam a escultura abstrata. Sinais dadaístas na música.  
    1917 Mondrian lança o neo-plasticismo na pintura. Após estudos na Alemanha e na América, Anita Malfati retorna a São Paulo e expõe os seus quadros com elementos cubistas e expressionistas. Monteiro Lobato critica a mostra através do artigo: "Paranóia ou mistificação". Malfatti é defendida por Oswald de Andrade e Menotti del Picchia.
    1918 Manifesto dadaísta de Tristan Tzara.  
    1919 Groplus funda a Escola de Bauhaus. Inicia-se o cinema expressionista com O gabinente do dr. Calligari, do diretor alemão Robert Wiene.  
    1920 Carlitos realiza o clássico O Garoto. Escândalo na exposição dadaísta em Colônia, na qual os visitantes recebiam uma faca para danificar os Quadros. Brecheret, em contato com o grupo modernista, expõe a máquina do Monumento às Bandeiras, a princípio recusada pelo gosto conservador das autoridades paulistas.
    1921 Erich Mendelssohn constrói a Torre de Einstein e inaugura a arquitetura expressionista.  
    1922 Paul Klee com seus quadros prepara o advento do Surrealismo. Realiza-se no Teatro Municipal de São Paulo A Semana de Arte Moderna. Novas adesões ao grupo modernista. Pensa-se na organização de uma mostra da nova arte. Artigo de Oswald de Andrade a respeito de Mário de Andrade: Meu poeta futurista. Mário redige Paulicéia desvairada.

    MODERNISMO

    página anterior | índice do capítulo | próxima página
  •  Compras
     Mais Educação


    » Língua Portuguesa

    » Relações
        Internacionais


    » História do Brasil

    » História por
        Voltaire Schilling


    » Almanaque

    » Virtual Books

    » Atlas Universal



     
     » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
      Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade