Literatura Brasileira
  Lit. Conquistadores
  Barroco
  Arcadismo
  Romantismo
  Real/Naturalismo
  Parnasianismo
  Simbolismo
  Pré-Modernismo
  Modernismo
  Poesia Moderna
  Romance de 30
  Lit. Contemporânea
  Aula Virtual
  Livro do Mês
  Tema do Mês
  Textos Comentados
  Resumão




 Lit. Contemporânea


PRINCIPAIS AUTORES

3. JOSÉ CÂNDIDO DE CARVALHO (1914-1989)

Vida: José Cândido de Carvalho nasceu em Campos dos Goitacazes, estado do Rio de Janeiro, filho de lavradores emigrados do norte de Portugal, que aqui no Brasil se dedicaram ao pequeno comércio. Transferindo-se muito jovem com a família para o Rio de Janeiro, ali iniciou sua carreira de jornalista no final da década de 1920.

Obra: Começando sua vida literária com o romance Olha para o céu, Frederico (1939), causou profundo impacto em 1964, quando apareceu O coronel e o lobisomem, obra que se destaca entre todas as demais. O rei Baltazar, um romance em que trabalhava há muitos anos, ficou inédito, não se sabendo se terminado ou não.

O CORONEL E O LOBISOMEM

Com sua ação que se desenvolve nas primeiras décadas do séc. XX, O coronel e o lobisomem é a história de Ponciano de Azeredo Furtado, proprietário de fazendas de gado do interior fluminense, que, atraído pela vida da cidade e pela atividade de negociante, emigra para Campos dos Goitacazes, não conseguindo, porém, integrar-se no meio urbano. Dividido entre o mundo dos pastos e a vida citadina, Ponciano enlouquece, depois de perder quase toda sua fortuna.

Diferenciando-se de Grande sertão: veredas pelo final trágico, O coronel e o lobisomem apresenta algumas características semelhantes às do romance de Guimarães Rosa: a linguagem marcada pela variante caboclo-sertaneja e a presença de seres míticos como sereias e lobisomem. Em termos de sua estrutura narrativa é de se destacar o fato de Ponciano contar sua própria história, inclusive a loucura final, o que, em se tratando do romance tradicional, é um absurdo. Por outro lado é interessante sublinhar que, de todas as obras da chamada nova narrativa, O coronel e o lobisomem é uma das mais conhecidas e lidas, por ser extremamente interessante e atraente.

Das poucas análises publicadas sobre a obra, uma delas define com precisão o aspecto contraditório do personagem central:

O herói de José Cândido de Carvalho poderia ser definido como um coronel decadente que, num tempo que não é mais o seu, se debate entre a atração de um agrupamento semi-urbanizado e racionalizado (Campos dos Goitacazes) e a vida do mundo perdido do interior, mundo este ainda estruturado em bases mítico-sacrais, no qual o lobisomem e a sereia são aceitos como seres naturais, reais, que integram o acontecer normal da existência.

LIT. CONTEMPORÂNEA

página anterior | índice do capítulo | próxima página
 Compras
 Mais Educação


» Língua Portuguesa

» Relações
    Internacionais


» História do Brasil

» História por
    Voltaire Schilling


» Almanaque

» Virtual Books

» Atlas Universal



 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2002,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade